EVITE A PROLIFERAÇÃO DE MOSQUITOS NOS CONDOMÍNIOS COM DICAS FÁCEIS E IMPORTANTES.

13 de janeiro de 2017

2017_01_12_BLOG-post-mosquito

O verão é a estação do ano preferida dos mosquitos e devemos redobrar nossa atenção com medidas de prevenção para combatê-los durante esse período, já que a maior incidência de chuvas, aumento da temperatura e a formação de poças em locais de difícil acesso contribuem para a proliferação desses insetos. A água pode acabar parada em locais muito comuns, mesmo a céu aberto, os quais passam despercebidos.

Vale lembrar que os pernilongos comuns, tipo Culex, preferem a água suja, com matéria orgânica, para por os ovos. Já o Aedes aegypti, conhecido como “mosquito da dengue”, prefere água parada e limpa. Por isso, fique atento a valões, esgotos a céu aberto e rios poluídos perto de casa. Nesse caso, vale cobrar da Secretaria de Saúde ações de combate ao mosquito.

Para edifícios, condomínios e residenciais, algumas medidas simples podem ajudar a afastar os pequenos, porém bastante incômodos insetos. Confira as seguintes dicas, todas muito fáceis de seguir, e reduza a infestação.

PISCINA

Utilize cloro para tratar a água. Execute também a limpeza das canaletas ao redor da piscina, bem como as bordas e as paredes do skimmer.

RALOS

Coloque telas de nylon com trama de espessura suficiente para evitar a passagem mosquito. No caso de ralos internos, utilize duas colheres de sopa de sal semanalmente.

FOSSO DO ELEVADOR

Verifique uma vez por semana se há acúmulo de água e, em caso positivo, execute a remoção por escoamento ou sucção.

MARQUISES E CALHAS

Faça a limpeza para remover o acúmulo de folhas ou outros detritos que possam empoçar a água. Verifique também a existência de desníveis que possam acumular água e faça os devidos ajustes.

VASOS SANITÁRIOS

Mantenha-os sempre tampados e acione a descarga pelo menos uma vez por semana. Caso não possuam tampa, faça a vedação com sacos plásticos, plástico filme ou outro elemento que possa ser facilmente ajustado ao formato da boca do sanitário. Não deixe brechas que possibilitem a entrada do mosquito.

RECIPIENTES DESCARTÁVEIS

Não deixe garrafas PET, vasilhas, potes ou outros recipentes descartáveis que possam acumular água esquecidos em áreas comuns. Coloque-os em sacos plásticos e entregue-os à coleta de lixo. Acredite, até uma tampinha de refrigerante com água esquecida em algum canto pode se tornar criadouro de mosquito.

JARDIM

Plantas que acumulam água, como bromélias, merecem total atenção. Caso não possam ser substituídas, regue-as com mangueira sob pressão duas vezes por semana para retirar ovos e larvas que possam estar presos às folhas.

EMPRESAS DE DEDETIZAÇÃO

Muitos bairros de São Paulo estão sendo castigados pela proliferação de mosquitos. Aproveitando a demanda, diversas empresas de dedetização já contam com um serviço especializado para esta praga em condomínios. Só não esqueça de que, mesmo tendo à mão esse tipo de terceirização, o combate ao mosquito merece diversos cuidados preventivos semanais e até diários. E essa atenção deve partir de cada um de nós.

Entre em Contato Conosco

São Paulo: (11) 3145-1322

Mogi: (11) 4728-4359

Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 horas




A sua opinião é de grande interesse para a Graiche. Clique no botão abaixo e entre em contato por meio do nosso canal de atendimento.