O SEU CONDOMÍNIO JÁ ESTÁ PREPARADO PARA O SINAL DIGITAL?

2 de março de 2017

TV remote on a background of the smart TV.

A revolução digital chegou à televisão trazendo melhor qualidade de som e imagem. Até dezembro de 2018, mais de 1.300 cidades brasileiras receberão apenas sinal digital. Você está preparado? E o seu condomínio?

O sinal analógico de São Paulo será desligado no dia 29 de março de 2017. Por isso trazemos informações importantes para que seu condomínio não seja prejudicado caso ainda não esteja adequado às novas características.

Primeiro passo: verificar a adequação para recebimento do sinal digital

O sinal digital é melhor recebido por uma antena coletiva. Caso seu condomínio já a possua, você deve confirmar se ela recebe canais digitais UHF e se está preparada para receber e distribuir o sinal digital a todas as residências.

Caso a antena não tenha essa capacidade, pode ser necessária a instalação de amplificadores em todos os andares. Por esse motivo, o melhor é contratar um antenista, o profissional especializado que fará uma avaliação técnica sobre as necessidades do condomínio.

Custos da adequação

O condomínio é responsável pelas adaptações de antenas para sinal digital.  É comum o rateio ser feito entre os condôminos. No entanto, consulte seu regulamento interno e as diretrizes sobre reservas de caixa, pois estas podem ser utilizada para essa finalidade, evitando acréscimos nas taxas pagas pelos moradores.

TV por assinatura

Caso seu prédio possua TV por assinatura coletiva, será necessário contratar a provedora do sinal para que ela faça a verificação e avalie se será necessária a adequação na antena coletiva.

Os moradores que possuírem TV por assinatura individual, seja a cabo ou a antena na sacada, não serão impactados.

A qualidade do sinal

O sinal digital tem uma qualidade muito superior à do sinal analógico, podendo ser prejudicado apenas se a instalação não tiver a exigência de qualidade necessária. Um bom antenista saberá como executar o serviço, mas conheça esses detalhes que darão maior segurança na supervisão do trabalho: desconfie de produtos com preço muito abaixo do normal; o cabo que possui a menor perda de sinal por metro é o RGC-06; tomadas e divisores usados na distribuição de sinal devem ter largura de faixa de 1 GHz.

Compatibilidade dos televisores

TVs de tela plana fabricadas após 2010 já possuem conversor embutido. As fabricadas anteriormente a essa data e os televisores de tubo precisam de conversores externos que são facilmente adquiridos em lojas de aparelhos eletrônicos. Suas compras, bem como seus custo, são de responsabilidade de cada morador.

Feitas todas as instalações, basta ligar a TV e curtir a programação preferida. Oriente os moradores para que todos tenham acesso sem problemas a essa nova maneira de assistir televisão.

Para mais informações ou dúvidas, entre em contato pelo número 147 ou pelo site http://www.sejadigital.com.br/site/condominios?1488460118