FACILITIES EM CONDOMÍNIOS: O QUE É E COMO UTILIZAR

14 de janeiro de 2019

gestão de condomínios, graiche, facilities

Conforto, economia, eficiência. São muitos os motivos para o crescimento dessa tendência em condomínios no Brasil: a utilização de facilities. A administração condominial evoluiu e, principalmente após o surgimento dos primeiros condomínios-clube e empreendimentos horizontais, síndicos e administradoras de condomínio aprimoraram sua forma de trabalhar. Condomínios com mais áreas de lazer, garagens e o aumento do número de condôminos vêm exigindo uma nova abordagem no oferecimento de serviços. Vamos falar sobre isso.

 

Primeiramente:  o que são facilities em condomínios?

De modo geral e superficial, facilities são serviços prestados de forma terceirizada. No entanto, mais do que o oferecimento do serviço, a aplicação de serviços de facilities é baseada em um gerenciamento complexo e assertivo das atividades realizadas. Isso é prioritário pelo seguinte motivo: os condomínios atualizados não possuem mais caráter jurídico apenas “no papel”; cada vez mais a administração condominial demanda um tipo de gerenciamento similar ao de qualquer empresa de sucesso.

As “facilidades”, portanto, fazem parte de um conjunto de ferramentas para valorização do empreendimento, integração dos sistemas condominiais, redução de custos, maior rendimento dos investimentos e, consequentemente, maior satisfação dos condôminos.  Daí a importância de uma administradora que possua um departamento especializado em sua coordenação para oferecer toda a gestão de facilities e o bom intermédio entre condomínio e as empresas contratadas para prestação de serviços.

 

Quais os serviços mais procurados e suas vantagens?

Segurança e portaria:  aumentam a segurança, inibe a interferência dos condôminos na execução dos serviços, reduz a pessoalidade nas tratativas e oferece mais tranquilidade aos moradores. Uma solução muito utilizada atualmente é o uso de portaria remota virtual.

Em uma estratégia de facilities essas funções podem ser gerenciadas e monitoradas com uma visão mais analítica para se tornar cada vez mais eficiente e segura.

Limpeza e conservação: preserva o ambiente e garante redução de gastos com insumos para a manutenção das áreas, já que, comumente, as empresas prestadoras de serviços fornecem equipamentos e materiais necessários. Nesse quesito, incluem-se os serviços de higienização do prédio, manutenção de área comum e seus mobiliárias e também serviços de jardinagem.

Com a gestão de facilities fica fácil medir gastos, otimizar recursos e acelerar resolução de problemas.

Academia e personal trainers: contratar empresas especializadas em educação física garante maior engajamento dos condôminos na prática de esportes com segurança e acompanhamento profissional, além de possibilitar o uso correto dos equipamentos e até mesmo organizar o uso do espaço

Lavanderia: a prestação de serviços de lavanderia em condomínio como facility, ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, gera economia com ações de menor gasto de água e cuidado maior com as roupas dos condôminos. Além disso, é um excelente benefício de comodidade.

Walk Dog: novidade ou tendência, o cuidado com pets está em amplo crescimento nas grandes metrópoles brasileiras. Aplicativos de pet care são lançados a todo o momento, mas nem sempre são confiáveis. Ter um serviço de walk dog gerenciado pelo condomínio dá mais segurança para os animais e seus donos.

Professores e educadores: viver em condomínio na atualidade é uma busca por comodidades. Com a gestão de facilities os moradores não precisam sair de casa para aprender outra língua ou fazerem atividades culturais. Já são muitos os condomínios que possuem cursos regulares dos mais variados tipos, oferecidos aos condôminos por meio de um sistema de facilities completo.

 

O pay per use

Uma forma de facilities em condomínio muito buscada é o pay per use, ou seja, pague pelo uso. Com esse sistema o condômino contrata o serviço e o paga à parte, além do valor do condomínio. Além da possibilidade de muitos dos serviços citados acima, incluem-se nessa categoria os atendimentos de manicure, lavagem de carro e, acredite, atividades de lazer como salto de paraquedas.  O gerenciamento disso tudo, no entanto, continua sendo o ponto fundamental para a prestação de um bom atendimento.

 

Qual é o papel da administradora?

Além dos serviços citados, há muitas oportunidades de valorizar o condomínio com facilities, cabendo à administradora diagnosticar as principais necessidades dos empreendimentos e intermediar a relação entre o condomínio e a empresa que fará a gestão do facilities. Com esse intermédio o condomínio consegue colher mais benefícios da implantação desse sistema, garantindo a manutenção geral do patrimônio, a valorização do patrimônio, maior desempenho e aproveitamento dos recursos e uma operação fácil, sustentável, econômica e inteligente.

E o seu condomínio? Possui esses tipos de facilidades? Gostaria de contar com essas vantagens?

2019_01_14_BANNER-ARTIGO_adm-Condominio FACILITIES EM CONDOMÍNIOS: O QUE É E COMO UTILIZAR

 

Compartilhe:

Entre em Contato Conosco

São Paulo:
Atendimento - (11) 3145-1322
Comercial - (11) 3145-1300

Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 horas

Mogi das Cruzes:
Atendimento - (11) 4728-4359

Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 horas




A sua opinião é de grande interesse para a Graiche. Clique no botão abaixo e entre em contato por meio do nosso canal de atendimento.